Saturday, November 17, 2007

VOCATIVO


Ó movimento insano planetário
que fazes e desfazes nesta vida
reflexos dum sonho de cristal
que sonho me dás, intemporal
que levas todo o sonho de vencida
tornando-o tão agreste e solitário?!...


Maria Mamede

4 Comments:

At 9:56 AM, Blogger TINTA PERMANENTE said...

Um poema vo(ca)tivo...

abraço.

 
At 11:04 AM, Blogger bettips said...

..vim aqui: se não houvesse fronteiras, essas que existem mais as que inventamos. Iamos 6ª feira, sossegadamente depois de almoço. Por Castelo de Vide ou Serra de teu nome Mamede. Dois diitas, a meias. Tenho carro que anda e marido que conduz...e sonho igual a realizar. Já! ... mas eu sou um pouco "de repentes" de coração... Bjs

 
At 2:40 PM, Blogger bettips said...

Desculpa, apaga o meu comentário. Sou esquecida, num repente, que o mundo tem fronteiras, sensatas ou mão. Que o mundo não é um recreio, antes um feio teatro. Julgo-me adolescente, instintiva, tantas vezes. Desculpa.
Esquece porque "pessoas normais" não dizem estas coisas.
Abç

 
At 10:33 AM, Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Bettips, boa tarde...
Achei graça ao convite originalíssimo e nada tenho a desculpar! Pena é que o "recreio" é deficitário e a vida não está para graças. No entanto, seria muito interessante fossem outras as circunstâncias.
De qualquer modo, obrigada pelo convite e um beijo da

Maria Mamede

 

Post a Comment

<< Home