Tuesday, September 04, 2007

VALSA


Na dança, dançamos
na valsa sonhamos
com passos de dança
que mansa, não cansa
de te ter assim;
na valsa, valsamos
e os passos que damos
são passos e abraços
com laços e laços
a apertar-te a mim...
que belo que é
ter-te assim ao pé
tão perto tocando
na valsa valsando
cabeça sonhando
com beijos de anil...
ai como eu queria
não viesse o dia!
seja a valsa eterna
à luz da lanterna
que assim abraçados
vão-se os meus cuidados
no abraço viril!...


Maria Mamede

12 Comments:

At 10:38 AM, Blogger Maria said...

Esta tua valsa lembrou-me a Valsinha do Chico Buarque. E se tentares cantá-la com este teu poema, vais ver que resulta....

Beijos, Maria Mamede

 
At 12:06 PM, Blogger De Amor e de Terra said...

Ok. Linda, também me fez lembar essa, quando um dia fiz uma para Vinicius e agora esta...


Beijos Amiga

Maria Mamede

 
At 2:57 PM, Blogger Meg said...

Ah...mas este é um atalho que ainda não conhecia... mas era urgente.
Que sim, é bem melhor a dor cortante duma só vez... do que a dor de chaga aberta...que queima e rói, de nunca se ter sabido os porquês. Seremos diferentes, nós, mulheres?
Um beijo do coração


O atalho foi por uma espécie de pudor...

 
At 8:31 AM, Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg; obrigada pela descoberta...há ainda um outro se acaso tiver curiosidade...

http://lusoiberica.blogspot.com

Um beijo enorme da

Maria Mamede

 
At 8:31 AM, Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

Seria bom dançarmos, dançarmos sempre, sem nunca parar. Na realidade talvez isso aconteça e a vida seja uma dança permanente. Uma dança que entorpece mas que não tem a magia e a beleza do teu poema.
Adorei.

 
At 12:03 PM, Blogger Meg said...

Afinal já conhecia, Maria, mas com o outro nome.
Mas daquele lado é para ler e saborear. Porque conheço aqueles falares e me trazem memórias de gentes.
Beijinhos

 
At 2:17 AM, Blogger De Amor e de Terra said...

Um dos meus amores é a dança, seja ela de salão, ballet, ou de qualquer outro tipo...e realmente dançar é muito bom...por vezes faz esquecer agruras...

Beijo e obrigada por teres vindo.

Maria Mamede

 
At 2:19 AM, Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg; há por aqui, gente queainda fala deste modo, cada vez menos, obviamente; mas no meu tempo de menina, era comum.

Beijo


Maria Mamede

 
At 6:54 AM, Blogger Lumife said...

Os espaços que vou percorrendo nesta descoberta do belo só me alegram o coração.

Descubro a beleza, a serenidade, a alegria no mar de sentimentos que partilhas connosco.

Beijos

 
At 2:10 PM, Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Lumife; obrigada!
Também gostei muito do seu espaço, mas tenho de lá voltar para poder apreciar tudo devidamente.
Entretanto, aqui vai um beijo de agradecimento da

Maria Mamede

 
At 3:16 PM, Blogger Pepe Luigi said...

Maria Mamede,
Sublime este seu lindo poema.

 
At 12:45 PM, Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Luigi, boa noite!
Obrigada pela sua visita.
Fico feliz que tenha gostado da minha valsa.

Abraço

Maria Mamede

 

Post a Comment

<< Home