Monday, August 27, 2007

PAISAGENS

Por minha boca entreaberta
saem palavras
que deixo, sentadas
nos bancos das praças
e de qualquer estação de província
enquanto meus olhos
repousam, tranquilamente
nos mesmos lugares...
sinto os cheiros da terra
sequiosa
abrindo em sulcos
ao sol do meio-dia
e os sons
platina na tarde que começa
ficam-se, dormentes
pendurados
como brincos
nas orelhas do tempo!...

Maria Mamede

2 Comments:

At 8:57 AM, Blogger Jograis e Trovadores said...

Um poema muito bonito.
Beijinhos

 
At 9:25 AM, Blogger De Amor e de Terra said...

Ainda bem que gostas; fico feliz com isso.

Beijo


Maria Mamede

 

Post a Comment

<< Home